Crônica: Você Está Namorando?




Uma amiga minha, obviamente sem nenhum interesse, me veio com essa pergunta assaz perturbadora: você está namorando? A resposta foi automática e indubitável: sempre! Sim porque invariavelmente associamos a palavra namorar com o relacionamento entre duas pessoas, no sentido de cortejar, de arrastar a asa por alguém, mas nem sempre é assim!

Existe um algo mais que transcende o simples ator de cortejar, falo do enamorar-se, enamorar-se no sentido amplo, de apaixonar-se, encantar-se por algo, ou por alguém. Veja bem, eu disse "algo", isso implica que podemos nos encantar por objetos ou coisas, não necessariamente  por pessoa. Talvez por isso haja tanta confusão e tem gente que se apaixona por coisas e não por pessoas, ou o que é pior, apaixona-se pelas coisas que a pessoa tem..

Sou obrigado a confessar que sou um enamorado convicto, de carteirinha mesmo, sou enamorado pela vida, pelo milagre de estar vivo, respirando os doces aromas que a vida oferece, com saúde para trabalhar, pelo dom de poder falar com meus amigos, pela alegria de fazer caminhadas na praia, pela magia de mergulhar nos meus livros, pelo impagável prazer de ver a alegria no sorriso de meus filhos, ou no sorriso dos meus pais, no abraço de um velho amigo.

Então sim, eu namoro, namoro sempre, namoro o por do sol, namoro a poesia, namoro escrever, namoro aguar o meu jardim, namoro o cheirinho bom do meu carro, namoro o cheirinho de livro novo, namoro a minha casa limpinha, namoro a chuva, namoro o por do sol, namoro o canto dos pássaros, namoro o time do meu coração, namoro sempre, namoro até a minha namorada, porque sem abraços, sem beijos, sem sorrisos, a vida não teria a menor graça.

Só não aconselho que você namore sem antes enamorar-se. Não seja um dileto praticante da filofobia. Quando se toca o corpo antes de tocar a alma nasce a ilusão e quem acredita em ilusões tem que se acostumar a conviver com a dor da solidão. O corpo que você namora vai envelhecer, vai murchar; mas a alma, o caráter, a gentileza e o carinho da pessoa que você se encanta, se apaixona, se enamora, isso sim, você vai levar para toda a eternidade.

Namore, mas antes enamore-se. Enamore-se, mas antes enamore-se por si mesmo. Seja feliz com a própria vida, com as próprias pernas, com ou sem namorado(a), seja feliz. Pois, namoro nem sempre é sinal de felicidade, ao contrário, pode ser sinal de muita dor de cabeça. Afinal, Você namoraria a alguém que não namoraria a si mesmo(a)?



Raimundo Freire.



Comentários

  1. Autorizo a reprodução do texto, desde que citado o autor e o site!

    ResponderExcluir

Postar um comentário