Amigos do Blog

segunda-feira, julho 04, 2016

O Silêncio Ajuda Sempre



O silêncio ajuda sempre:
Quando ouvimos palavras infelizes.
Quando alguém está irritado.
Quando a maledicência nos procura.
Quando a ofensa nos golpeia.
Quando alguém se encoleriza.
Quando a crítica nos fere.
Quando escutamos a calúnia.
Quando a ignorância nos acusa.
Quando o orgulho nos humilha.
Quando a vaidade nos provoca.
O silêncio é a gentileza do perdão que se cala e espera o tempo.



Meimei (Irma de Castro Rocha. 1922-1946)

quinta-feira, junho 30, 2016

O Poeta é Belo





O poeta é belo como o Taj-Mahal
feito de renda e mármore e serenidade
O poeta é belo como o imprevisto perfil de uma árvore
ao primeiro relâmpago da tempestade
O poeta é belo porque os seus farrapos
são do tecido da eternidade.

Mario Quintana

quinta-feira, abril 14, 2016

Poesia em Música: Esquecimento


Enquanto você para e espera
Eu ando, invado
Eu abro a porta e entro

Enquanto você cala quieta
Eu brigo, eu falo
Eu berro, eu enfrento

No canto dessa sala emperra
Eu ligo, acerto, eu erro
E eu tento

Enquanto você fala espera
Aflito eu fico e digo
Eu não entendo

Não sei por que você
Insiste em demorar
Eu quero que você
Diga já

Que seja no Japão
Jamaica ou Jalapão
No Jaraguá ou na Guiné
De charrete ou caminhão
De carro ou caminhando a pé
Eu vou

No banco sem guitarra elétrica
Com violão escrevo esse lamento
Pois como molha a água a pedra
Meu canto encerra o seu esquecimento

Não sei por que você
Insiste em demorar
Eu quero que você
Diga já

Que seja no Japão
Jamaica ou Jalapão
No Jaraguá ou na Guiné
De charrete ou caminhão
De carro ou caminhando a pé
Eu vou


Samuel Rosa e Nando Reis

segunda-feira, fevereiro 22, 2016

Sugestão de Leitura: O Anjo Caído - Daniel Silva



Acabei de ler, e recomendo, o excelente livro de ficção O Anjo Caído, de Daniel Silva, 272 páginas, publicado pela Editora Arqueiro em 2013. Primeiro lugar na lista do mais vendidos do "The New York Times".

Com o mesmo estilo de Dan Brown, Daniel nos conta uma das aventuras de Gabriel Allon um agente aposentado do serviço de inteligência de Israel (Mossad), trabalhando atualmente como restaurador de obras de arte no Vaticano.

O homicídio de Cláudia Andreati, conceituada curadora de arte do Vaticano, acontece em plena Basílica de São Pedro e o poderoso secretário pessoal do Papa Paulo VI, o monsenhor Luigi Donati, pede a Gabriel Allon que investigue o caso.

Gabriel descobre que a falecida tinha descoberto segredos perigosos envolvendo o comércio ilegal internacional de antiguidades e obras de arte, envolvendo gente poderosa do Banco do Vaticano e até o financiamento do Hezbollah, grupo terrorista islâmico, inimigo mortal de Israel, dos Judeus e do Cristianismo.

Eu sua busca Gabriel Allon nos leva pelos corredores do vaticano, pelas catacumbas de Jerusalém, pelas galerias de arte da Europa,  em uma autêntica saga de história da arte, com todos os ingredientes de um bom enredo policial: amantes, espiões, ladrões, dinheiro, paixões e muitos, muitos segredos...


Raimundo Salgado Freire Júnior

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...