Os Meus Versos





Rasga esses versos que eu te fiz, amor!
Deita-os ao nada, ao pó, ao esquecimento,
Que a cinza os cubra, que os arraste o vento,
Que a tempestade os leve aonde for!


Rasga-os na mente, se o souberes de cor,
Que volte ao nada, o nada de um momento!
Julguei-me grande pelo sentimento,
E pelo orgulho ainda sou maior!...


Tanto verso já disse o que eu sonhei!
Tantos penaram já o que eu penei!
Asas que passam, todo mundo as sente...


Rasga os meus versos... Pobre endoidecida!
Como se um grande amor cá nesta vida,
Não fosse o mesmo amor de toda a gente.


Florbela Espanca, in "A Mensageira das Violetas"

Comentários

  1. Boa noite....Os poemas da Florbela Espanca são realmentes encantadores.

    "Que me dera
    encontrar o verso
    puro,ativo e forte"
    Florbela Espanca!

    Abraços...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela é genial, a melhor poetisa de todas. Obrigado pelo comentário. Volte sempre.

      Excluir
  2. Escreve-me! Ainda que seja só
    Uma palavra, uma palavra apenas,
    Suave como o teu nome e casta
    Como um perfume casto d’açucenas!

    Escreve-me!Há tanto,há tanto tempo
    Que te não vejo, amor!Meu coração
    Morreu já,e no mundo aos pobres mortos
    Ninguém nega uma frase d’oração!

    “Amo-te!”Cinco letras pequeninas,
    Folhas leves e tenras de boninas,
    Um poema d’amor e felicidade!

    Não queres mandar-me esta palavra apenas?
    Olha, manda então…brandas…serenas…
    Cinco pétalas roxas de saudade…

    Florbela Espanca - Trocando Olhares

    Lindo esse poema né?Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lindo e bem estruturado como todas as centenas de sonetos que ela escreveu a seu eterno amor impossível (seu próprio irmão). Volte sempre.

      Excluir
  3. ''Como se um grande amor cá nesta vida,
    Não fosse o mesmo amor de toda a gente.''


    (SUSPIROS)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quanta profundidade Tammy, florbela é meio como Renato Russo, constrói umas frases que gostarímaos de ter dito, ou escrito. Obrigadão pelo comentário. Go back again!

      Excluir
  4. Eu sei e você sabe
    Já que a vida quis assim
    Que nada nesse mundo levará você de mim
    Eu sei e você sabe
    Que a distância não existe
    Que todo grande amor
    Só é bem grande se for triste
    Por isso meu amor
    Não tenha medo de sofrer
    Que todos os caminhos
    Me encaminham a você.
    Assim como o Oceano, só é belo com o luar
    Assim como a Canção, só tem razão se se cantar
    Assim como uma nuvem, só acontece se chover
    Assim como o poeta, só é bem grande se sofrer
    Assim como viver sem ter amor, não é viver
    Não há você sem mim
    E eu não existo sem você! Vinícius de Moraes

    Amo você.

    ResponderExcluir
  5. Ela era apaixonada pelo irmão? Que história é essa? - Marcia Helena (Campo dos Goytacazes - RJ).

    ResponderExcluir
  6. Alguns estudiosos dizem que Florbela Espanca foi apaixonada por seu irmão e que por isso não conseguiu ser feliz em nenhum de seus casamentos, da numerosa correspondência que a poetisa nos deixou, fica-nos a ideia de que o grande amor da sua vida era o irmão. Numa das cartas que lhe escreveu, Florbela diz: "Peço-te que te lembres que sem ti não posso ser feliz nunca mais". Em 6 de Junho de 1927, Apeles Espanca morre, quando o avião em que seguia se despenha nas águas do Tejo. A partir daí, a poetisa já não voltou a ser o que era. Numa carta que escreve ao pai, desabafa: "Não me sinto nada bem e estou magríssima... Estou uma velha cheia de cabelos brancos e sem vontade para nada". Em Agosto de 1928, cerca de um ano depois da morte do irmão, Florbela Espanca tenta suicidar-se. Segue-se uma segunda tentativa de suicídio em Novembro de 1930. No dia 8 de Dezembro desse mesmo ano, no dia do seu aniversário, foi encontrada morta num quarto em Matosinhos. Debaixo do colchão foram encontrados dois frascos de Veronal, ou seja do fármaco que tomava para conseguir dormir.

    ResponderExcluir
  7. Li um pouco sobre ela e acho que não.
    A vida dela foi uma série de tragédias que a levou ao suicidio. Acho que o amor que ela sentia pelo irmão era um amor fraternal. @CHANTAL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deixa-me ser a tua amiga, Amor,
      A tua amiga só, já que não queres
      Que pelo teu amor seja a melhor
      A mais triste de todas as mulheres.

      Que só, de ti, me venha magoa e dor
      O que me importa a mim? O que quiseres
      É sempre um sonho bom! Seja o que for,
      Bendito sejas tu por mo dizeres!

      Beija-me as mãos, Amor, devagarinho...
      Como se os dois nascessemos irmãos,
      Aves cantando, ao sol, no mesmo ninho...

      Beija-mas bem!... Que fantasia louca
      Guardar assim, fechados, nestas mãos,
      Os beijos que sonhei pra minha boca!...

      Excluir
  8. ''Eu, cada vez que vi você chegar,
    Me fazer sorrir e me deixar
    Decidida, eu disse nunca mais
    Mas, novamente estúpida provei
    Desse doce amargo quando eu sei
    Cada volta sua o que me faz

    Vi todo o meu orgulho em sua mão
    Deslizar, se espatifar no chão
    Vi o meu amor tratado assim
    Mas, basta agora o que você me fez
    Acabe com essa droga de uma vez
    Não volte nunca mais pra mim

    Mais uma vez aqui
    Olhando as cicatrizes desse amor
    Eu vou ficar aqui
    E sei que vou chorar a mesma dor

    Agora eu tenho que saber
    O que é viver sem você

    Eu, toda vez que vi você voltar,
    Eu pensei que fosse pra ficar
    E mais uma vez falei que 'sim'
    Mas, já depois de tanta solidão
    Do fundo do meu coração
    Não volte nunca mais pra mim

    Mais uma vez aqui
    Olhando as cicatrizes desse amor
    Eu vou ficar aqui
    E sei que vou chorar a mesma dor

    Se você me perguntar se ainda é seu
    Todo o meu amor, eu sei que eu
    Certamente vou dizer que 'sim'
    Mas, já depois de tanta solidão
    Do fundo do meu coração
    Não volte nunca mais pra mim

    Do fundo do meu coração
    Não volte nunca mais pra mim''

    Música: Do fundo do meu coração
    Cantora: Adriana Calcanhoto
    Composição: Roberto Carlos / Erasmo Carlos. (A.L)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Linda composição. Concordo plenamente. Obrigado pelo comentário.

      Excluir
  9. Um espetáculo. Sabes o quanto a amo.
    Ela é maravilhosa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então estamos empates. Obrigado pelo comentário. Volte sempre, nunca mais a tinha visto por aqui.

      Excluir

Postar um comentário