Sugestão de Leitura: O Amanhã a Deus Pertence



Acabo de ler, e recomendo, o romance O Amanhã a Deus Pertence, da editora Vida e Consciência, em mais uma parceria Zíbia Gaspareto / Lúcius. A temática é um pouco repetitiva e quem já leu vários livros da Zíbia percebe que o enrredo do livro se parece um pouco com outros roteiros da dupla.

Marcelo casa-se com Aline a quem cerca de mimos e satisfaz todas as vontades, porém a sufoca, liga o tempo todo pra saber aonde ela está, o que está fazendo e com quem. Resultado dessa pressão toda? Aline o abandona, saindo até do Brasil e indo morar na cidade de Miami nos Estados Unidos.

Marcelo quando chega em casa e encontra a carta de Aline dando Adeus se desespera, pega o carro e sai a toda velocidade para o aeroporto pra tentar impedi-la de pegar o avião e obrigá-la a voltar pra casa. Resultado? Marcelo bate o carro violentamente e morre.

Aline, fluente em inglês logo consegue um bom emprego e encontra o grande amor de sua vida, o policial Gino. Todavia, Marcelo já no plano espiritual passa a persegui-la achando que ela era propriedade dele. Para tal se envolve com uma turma da pesada no plano espiritual a quem fica escravizado e sofrendo.

Marcelo encontra no calabouço uma enfermeira chamada Mirela, seu verdadeiro amor de outras vidas e esta lhe esclarece e ele segue seu caminho e passa a ajudar Aline e a seus familiares ainda encarnados. Paralelo a história de Marcelo temos ainda a história de amor entre Hamilton, sócio de Marcelo e Arlete, irmã de Aline; Também temos a empolgante história de amor entre Olívia e Rodrigo, novo sócio de Hamilton, após o desencarne de Marcelo. Temos ainda a história de Márcio, irmão de Marcelo, que era apaixonado por Olívia, mas que finalmente encontra seu verdadeiro amor com Márcia, irmã de Rodrigo.

É um belo romance que nos leva a refletir sobre as realidades da vida espiritual, sobre a importância de Deus em nossas vidas, sobre a inutilidade da vingança, sobre a péssima escolha das pessoas que apelam para os "trabalhos" de macumba, sobre a felicidade que se baseia na liberdade para ser como somos, e sobre o encontro de casais que verdadeiramente se amam apesar de todos os percalços e desilusões amorosas do caminho.

Raimundo Freire.


Comentários

  1. Pronto! Já fiquei ansiosa e curiosa quanto a este livro. Lá vai mais um para a minha lista de futuros habitantes de minha estante.
    Obrigada..claudinha souza bjs

    ResponderExcluir

Postar um comentário